Mirrors

BECCA STEVENS, GISELA JOÃO, JUSTIN STANTON, LOUIS CATO E MICHAEL LEAGUE PARTICIPAM NO NOVO EP MIRRORS

LANÇAMENTO DO ÁLBUM DIA 12 DE NOVEMBRO COM SELO GROUNDUP MUSIC

VÍDEO DE “OVER THE LINE” JÁ DISPONÍVEL

 

1 de outubro de 2021— Becca Stevens, Gisela João, Justin Stanton, Louis Cato e Michael League revelam hoje o EP de Mirrors; ouça AQUI. As três faixas "Over the Line", "Tempestade" e “Sleep" irão integrar o LP, homónimo, que este super grupo lança no dia 12 de novembro de 2021 pela GroundUP Music. Foi também hoje lançado o videoclipe de “Over the Line”, dirigido por João Marques; veja AQUI.

“Over the Line” foi escrito por Stevens e League. “Esta música mostra o nosso desejo de inspirar os homens a fazerem a sua parte na defesa da igualdade de género", diz Stevens. “Quando eu e o Mike estávamos a escrever as letras, abordámos este tema de uma perspectiva de duas pessoas a trabalharem juntas, de modo a atingir um objetivo comum e, assim, por meio deste esforço conjunto, o progresso foi alcançado. No processo criativo guiámo-nos pela ideia do trabalho em equipa a partir de diferentes perspectivas: às vezes a trabalhar lado a lado, às vezes em diálogo com o outro, outras vezes sentados apenas a ouvir."

Mirrors partiu de Justin Stanton, o artista multi-instrumentista nascido no Tennessee, compositor e membro do projecto instrumental, vencedor de vários GRAMMY, Snarky Puppy. Nos primeiros dias da pandemia estava a viver em Lisboa com a sua namorada, a conceituada artista portuguesa Gisela João. Quando as fronteiras começaram a reabrir, Stanton ansiava por se reunir com seus amigos músicos. Para além de Gisela João, Stanton recrutou o seu companheiro de banda de longa data Michael League, o aclamado fundador e diretor criativo dos Snarky Puppy; Louis Cato, um multi-instrumentista, produtor, cantor, compositor e membro dos Stay Human (a banda de suporte do The Late Show with Stephen Colbert); e a sua colega, da agência de ambos, Becca Stevens, uma vocalista, compositora e multi-instrumentista nomeada para um GRAMMY, para gravarem este álbum.

Em agosto de 2020, estando a viver e a trabalhar sob o mesmo teto, no oeste de Portugal, Stanton, João, League, Cato e Stevens estavam orientados por uma simples diretriz: cada participante devia co-escrever uma música com cada um dos membros. O conceito de Mirrors foi concebido meses antes por Stanton e inspirado num dos seus álbuns favoritos, The Telluride Sessions. O LP de 1989 contou com um elenco de artistas bluegrass, que se juntaram para escrever músicas juntos. “Esse álbum foi importante para a minha formação. Teve um grande impacto na minha orientação musical”, diz Stanton. O resultado foi Mirrors, uma coleção dinâmica e introspetiva de músicas, que não só serve como um testemunho dos talentos versáteis dos artistas, mas também do poder da conexão humana.

Para Gisela João, uma das mais importantes intérpretes da história da música portuguesa, Mirrors tem um sabor especial: foi criado e gravado no seu país. Depois de trabalhar em co-produção com Michael League no seu último álbum de originais, “AuRora”, em que se estreia na composição e na partilha da autoria das letras, Gisela João chega a Mirrors com a certeza de ser agora uma artista completa. Do mundo.

  

Mirrors - Over The Line (Official Music Video)

01 Outubro 2021
Partilhar:

Newsletter

Receba as nossas novidades